musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - NOVA ÁFRICA CELESTIAL - APOCALIPSE 16 - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Nova África Celestial letra



Apocalipse 16
Luo

Ê Nova África
Que meu Senhor preparou pra mim
Em Seus braços logo vou descansar
Em Seus rios eu vou me banhar
E em seus doces frutos eu vou me deleitar
No seio de Abraão
Onde quem reina é Jeová
Em Suas terras serei livre
Também serei dono
E no santo salão
Me dobrarei diante do trono

Te vejo em meus sonhos
E sinto o Seu cheiro
Quando pisar em Teu solo
Esquecerei pra sempre do tempo do cativeiro
Ao Deus primeiro
Ao Deus único
Renderei o meu louvor
Deus que ao mesmo tempo é três
Deus pelo qual tudo se fez

Deus Pai, Filho e Espírito Santo
Por Serafins e anjos
São louvados todo tempo
E em seu templo
Vamos nos juntar
E derramar nossos corações
Em Seu altar
Um lugar sem choro
Onde todos serão felizes
No paraíso prometido
Ali nas nuvens
Mais doce que o mel
Luga onde os salvos vão morar
Quando a jornada terminar

Ê Nova África
Lugar de verdes pastos
E águas tranquilas
Quando eu atravessar
O vale das sombras
Temor não haverá
Pois do outro lado
Formosa e linda você vai estar
E em seus braços eu vou descansar

Ê Nova África
Que meu Senhor preparou pra mim
Em seus braços logo vou descansar
Em seus rios eu vou me banhar
E em seus doces frutos eu vou me deleitar
No seio de Abraão, onde quem reina é Jeová
Em suas terras serei livre
Também serei dono
E no santo salão
Me dobrarei diante do trono

Te vejo em meus sonhos
E sinto o Seu cheiro
Quando pisar em Teu solo
Esquecerei pra sempre do tempo do cativeiro
Ao Deus primeiro
Ao Deus único
Renderei o meu louvor
Deus que ao mesmo tempo é três
Deus pelo qual tudo se fez

Lá negros não serão brancos
Nem brancos serão negros
Todos serão amados
E não haverá desprezo
Alcançaremos ali o perdão
Pros nossos erros
Foi na cruz de Jesus
Que nossos pecados foram levados
Foi no sangue de Jesus
Que nós fomos lavados
É a cruz de Jesus
A ponte pela qual fomos conectados
Foi ela que ligou os extremos dos abismos
Ao passar por ela
Seremos seres pra sempre vivos

Um dia eu vou visitar
A casa do meu Pai
Onde há
Muitas moradas

Não levarei malas, nem dinheiro
Pois pra onde eu vou não precisa de dinheiro
Não precisa chorar e nem me esperar
Pois de lá nunca mais eu irei voltar
Vou me encontrar com os meus ancestrais
Vou me juntar aos meus pais
E também aos meus avós
Então nesse glorioso dia
Unidos em uma só voz
Cantaremos ao cordeiro
Que intercede em nosso favor
Cantaremos ao nosso Senhor
Toda honra, toda glória e todo nosso louvor

Ê Nova África
Que meu Senhor preparou pra mim
Em seus braços logo vou descansar
Em seus rios eu vou me banhar
E em seus doces frutos eu vou me deleitar
No seio de Abraão
Onde quem reina é Jeová
Em suas terras serei livre
Também serei dono
E no santo salão
Me dobrarei diante do trono

Te vejo em meus sonhos
E sinto o Seu cheiro
Quando pisar em Teu solo
Esquecerei pra sempre do tempo do cativeiro
Ao Deus primeiro
Ao Deus único
Renderei o meu louvor
Deus que ao mesmo tempo é três
Deus pelo qual tudo se fez

Na Nova África
Reencontrarei meus manos
Os dias serão felizes
E faremos planos
Não falta nada
Pra todos existe
Alimento e água
Abundante água
Que jorra de uma fonte que nunca secará
Fonte de água viva que sempre esteve lá
Fonte pela qual eu sempre procurei
Depois que eu bebi dela foi que eu me curei
Lá andarei em ruas de ouro, cercado de animais
Então saberei realmente o que é a paz
Na nova pátria verei o brilho
E não ouvirei sequer mais nenhum tiro
É na casa nova que meu espírito se satisfaz
Santo, santo, Deus sem igual
É o canto que se ouve nas terras da nova África
Celestial

Livres!
Enfim, livres!
Um novo recomeço na Nova Jerusalém!
Na Nova África Celestial!
Onde enfim seremos livres!
Ê
Aleluia!
Nova África
Que meu Senhor preparou pra mim
Em Seus braços logo vou descansar
Em Seus rios eu vou me banhar
E em Seus doces frutos eu vou me deleitar
No seio de Abraão
Onde quem reina é Jeová
Em Suas terras serei livre
Também serei dono
E no santo salão
Me dobrarei diante do trono

Te vejo em meus sonhos
E sinto o Seu cheiro
Quando pisar em Teu solo
Esquecerei pra sempre do tempo do cativeiro
Ao Deus primeiro
Ao Deus único
Renderei o meu louvor
Deus que ao mesmo tempo é três
Deus pelo qual tudo se fez
Fez, fez, fez

Apocalipse 16 - Letras

©2003 - 2022 - musicas.mus.br