musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - EU NUNCA VOU MORRER - APOCALIPSE 16 - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Eu Nunca Vou Morrer letra


Aham, 7 Taças
Aham, aham, 7 Taças, 7 Taças
Aqui quem te fala (Luo, Luo)
Aqui quem te fala (Luo, Luo)
Pregador (Luo, Luo)
Pregador (Luo, Luo)
Meu nome é (Luo, Luo)
Meu nome é (Luo, Luo)
Meu nome é (Luo, Luo)
Meu nome é (Luo, Luo)

Sou indestrutível, acredite
Nunca vou morrer como Tupac ou Notorious B.I.G.
Balas não me atingem, fogo não me queima
A morte para mim não é nenhum problema
Não, minh'alma, não tema
O homem que se foi, que virá ou que está presente
Mal não lhe faz aquele que derrama sangue inocente
Corte minha carne, dilacere meus músculos
Arranque minha pele como o caçador faz com o urso
Mesmo assim verá que foi inútil
Em minha vida nunca haverá último minuto
Sinto muito, mas por mim não use luto
Estarei presente em toda a primavera, verão, outono, inverno
Fui moldado para ser eterno, tenho fé e nunca pisarei no inferno
Que Saddam bombardeie minha pátria
E use a mais poderosa arma, a mais forte bomba nuclear
Posso garantir que com as baratas eu também irei sobrar
Sou eterno e nem o Diabo pode me matar
Existe algo em mim que é muito mais forte
Exatamente por isso que eu nunca verei a morte
Nunca, nunca verei a morte
Nunca, nunca verei a morte, nunca, nunca verei a morte (não, não)

Eu nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Eu nunca vou morrer, não, não, não, não (nunca vou morrer)
Nunca vou morrer, não, não, não, não (nunca vou morrer)
Eu nunca vou morrer (eu nunca vou morrer)

Eu tô livre, eu tô em paz, estou livre do mal
A história da minha vida não tem final
Algo fora do normal, sobrenatural
Imortalidade não há grana que pague
Esmague meu corpo com duas toneladas
E nenhuma das minhas vértebras serão quebradas
Nem mesmo a força das águas podem me afogar
Meu cérebro não para por falta de ar

Eu habito no esconderijo do Altíssimo
Compreende, isso não é poder da mente
Por isso descanso à sombra do Onipotente
Em mim não faz efeito o veneno da serpente
A morte não me levará cativo em sua corrente
Eu digo, mil cairão a minha esquerda, dez mil à minha direita
Mas eu não serei atingido
Estou livre do castigo, não sou presa do inimigo
Meu Deus tem a chave da vida em sua mão
O leão não me devorará, nem o pior terremoto vai me tragar
Eu sei em que tenho confiado, eu sei por quem fui salvo
Eu creio na promessa do livro sagrado
Sou grato por ter o privilégio
Agradeça também, sendo jovem ou velho
Pra que seus olhos nunca contemplem o inferno
Acredite, o redentor vive e ele mesmo prometeu
Levar eu e você e todo aquele que nele creu
Que nele creu, que nele creu

Nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Nunca vou morrer, não, não, não, não (nunca vou morrer)
Nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Não, não, não, não, não (eu nunca vou morrer)

Nunca vou morrer porque escolhi crer
Confesso que meu Salvador é o Senhor Jesus Cristo
Eu lhe peço mano, por favor, creia nisto
Deus pai é o criador de tudo
Maior é o que está em mim do que o que está no mundo
Em João, capítulo 3, versículo 16 está escrito
Que todo aquele que Nele crê terá vida eterna
Exatamente por isso que eu escolhi crer
Agora você sabe porque eu nunca vou morrer, nunca vou morrer
Nunca vou morrer, nunca vou morrer, eu nunca vou morrer

Nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Eu nunca vou morrer, não, não, não, não (nunca vou morrer)
Nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Eu nunca vou morrer (eu nunca vou morrer)

P. (Pregador)
L. (Luo)
P. L. (Pregador)
Aliado com meu mano Silvera (Luo e Silvera)
Os gringos não vão cantar dentro de nossas caveiras
Eu digo, não somos como Faraó que vira pó do Egito
Repito, aqui não tem farsa, pra firmar
Produções 7 Taças, o sangue bom a nossa ideia abraça
7 taças, o sangue bom a nossa ideia abraça
Produções 7 Taças (o sangue bom)

Eu nunca vou morrer (Silvera, Pregador Luo)
Eu nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Não, não, nunca vou morrer (nunca vou morrer)
Nunca vou morrer, não, não, não, não (eu nunca vou morrer)
Nunca vou morrer, não, não, não, não

Apocalipse 16 - Letras

©2003 - 2022 - musicas.mus.br